Programa legal e de graça

museuA grande novidade neste fim de ano aqui em Miami foi a abertura durante a Art Basel do  museu de arte contemporânea, o Perez Art Museum Miami.

Eu fiquei encantada com a arquitetura aberta e convidativa criada pela firma suíça Herzog & De Meuron, que também foram os responsáveis pela garagem super cool na Lincoln Road em Miami Beach (postei sobre ela neste roteirinho aqui e quando falei do restaurante Juvia).

O museu abriu com uma retrospectiva do artista chinês Aiweiwei e com mais de 500 obras de arte em exposição. E a melhor novidade é  que aos sábados a entrada será grátis. Vale muito incluir na agenda da sua viagem!

Anúncios

Os melhores bares e baladas

broken shaker

The Broken Shaker

rec room

the standard

O que não faltam em Miami são lugares descolados, de bares casuais para um drinque  no fim do dia, a baladas pesadas para quem procura uma noitada com muita música.

Eu fiz um post com meus bares favoritos para a happy hour (leia aqui se perdeu) faz um bom tempo, e embora continue gostando, e frequentando todos os daquela lista, achei que estava na hora de voltar ao assunto.

Estes são os meus favoritos:

A Melhor Balada: há baladas maiores e mais sofisticadas, mas desde que o The Florida Room fechou, a turminha descolada de Miami Beach migrou para o Rec Room, que fica no hotel The Gale. A clientela é variada e o maior atrativo é o ambiente descontraído e a o  hip hop dos anos 90.

Melhor Bar pra jovens: localizado no hostel The Freehand, o Broken Shaker tem ambiente de botequim,  e clientela de mochileiros e de hipsters que consideram o bar uma boa alternativa ao ambiente  fresco  da maioria dos lugares em Miami Beach.

Melhor Bar ao ar livre: há poucos bares com uma vista tão linda quanto a do The Standard, no hotel do mesmo nome. De frente para Baía de Biscayne, é um dos melhores lugares para apreciar o pôr do sol com uma taça de champanhe.

Melhor bar pra ir com um grupo de amigos: eu não sou fã do Fountainebleau como hotel, pois ele sempre me dá a sensação de estar em uma estação de trem, com gente indo e vindo. Mas o bar do lobby do hotel é um lugar legal para ir com um grupo de amigos para começar, ou terminar, a noite. A LIV, a maior balada da Miami, fica no mesmo lobby, pra quem quiser esticar.

Palm Beach – destino perfeito para um bate e volta de Miami

PBF_438_screen-hi-res

Neste fim de semana, meu amigo Christian que mora na França vem pra Miami com a família e resolvemos levar a turma toda para Palm Beach. Normalmente, quando quero dar uma escapada aqui por perto, acabo indo para Naples (post completo aqui).

Desta vez, para variar, escolhemos Palm Beach para ficar no Four Seasons, que tem um kids club perfeito para as crianças.

PBF_229_screen-hi-res

O resort four seasons em palm beach

Palm Beach fica perto de Boca Raton e de Fort Lauderdale, mas se destaca por ser bem mais sofisticada e por oferecer opções de compras e hotéis de primeiríssima. Ao mesmo tempo, com praias bonitas, ciclovias e ambiente bucólico, a cidade é perfeita para quem adora o mar, pescaria e esportes aquáticos.

cz

A capa do livro, One Upon a Time, com foto tirada em Palm Beach

Palm Beach foi construída como o primeiro balneário da Flórida e passou por um período douradíssimo durante os anos 50 e 60 quando as principais famílias americanas- os Kennedys, os Pullitzers, os Lauders (da marca Estee Lauder) – passavam a temporada de inverno na cidade (quem se interessar em conhecer este período, deve procurar os lindos livros de fotografia do Slim Aarons como o Once Upon a Time).

Hoje, estas famílias tradicionais e novos moradores famosos, dentre eles o Michael Kors, a Tory Burch e a Vera Wang, garantem o glamour.

flagler museum

Flagler Museum

Mas além do passado ilustre, Palm Beach tem muita coisa a oferecer ao turista. Estou planejando aproveitar a praia e o spa do resort, fazer umas comprinhas na Worth Avenue (a Rodeo Drive de Palm Beach) e nas famosas lojas vintage do lindo centrinho, ir ao Flagler Museum, a mansão do fundador da cidade, que mantém uma coleção de artes decorativas (vcs sabem que amo este tipo de museu, como o Viscaya aqui em Miami e o Jacquemart Andre em Paris).

Eu prometo fazer um post com todas as dicas de restaurantes, lojinhas e passeios que valem a pena conhecer. Até lá, aproveitem para acompanhar tudo pelo Instagram do blog (@miamidomeujeito).

Vale lembrar que Palm Beach não é o mesmo que West Palm Beach. Muita gente confunde as duas cidades, que embora próximas, são independents e completamente diferentes (West Palm Beach não tem muito apelo pra quem visita).

O melhor pão de Miami

zak-the-baker zakthebaker_sandwichesE nao é exagero. Os pães do Zak the Baker, vendidos em diversos pontos da cidade, são, de longe, os melhores de Miami.

O  Zak é uma daquelas pessoas que se dedicam em fazer uma coisa na vida e em fazê-la perfeitamente. Os pães são preparados de forma artesanal e com receitas criadas pelo Zak, que estudou com alguns dos melhores padeiros da Europa por mais de cinco anos.

Além de vender para os melhores restaurantes da cidade, os pães podem ser encontrados em pontos de venda, dentre eles o Perricone’s Marketplace na Brickell, no Atelier Monnier em Kendall, no Daily Bread em Coconut Grove e no Grazianos Marketplace em Coral Gables. Além disto, você encontra sanduíches preparados com alguns dos pães mais gostosos no Panther’s Coffee em Wynwood (que por sinal vende o melhor café da cidade).

Se você for comprar, eu recomendo o sourdough! E não esqueçam de passer por aqui pra me contar o que acharam.

Programa imperdível: Museum Month

Vizcaya-Museum-and-Gardens

Vindo para Miami neste maio? Aproveite para participar do Museum Month onde o acompanhante entra de graça nos museus da cidade.

Quase todos os museus de Miami participam da promoção, incluindo alguns dos meus favoritos: o Jewish Museum of Florida (post aqui), o Wolfsonian e o MOCA.

viscaya 2

Mas quem tiver tempo de visitar apenas um museu deve ir ao Viscaya Museum & Gardens, uma mansão em estilo renascentista italiano construída entre 1914 e 1916 com residência de temporada do milionário James Deering.

viscaya3

O museu consiste da casa principal, decorada com mobiliário e artefatos que vão do século XV até o início do século XIX.

viscaya4

O quarto do James Deering em Viscaya

O museu fica aberto diariamente das 9:30 as 16:30, fechando nas terças. As visitas guiadas duram cerca de 90 minutos e valem muito a pena.

Para ver a lista completa dos museus que participam da promoção entre no site do evento.

Aproveitando o campeonato de basquete

HeatPlayoffs2013

O Miami Heat é o time favorito para ganhar o campeonato da NBA deste ano, e o período de playoff, quando os times são eliminados durante as rodadas de final do campeonato, começa hoje. Junho, quando acontecem as finais, é a melhor época para assistir aos jogos, mas eu acho que o programa vale a pena a qualquer hora. Vão aqui algumas dicas de como aproveitar as festas e eventos ao redor do campeonato:

1. Experimente uma taça de Moet Ice Imperial durante o jogo – a Moet Imperial, única champanhe criada para ser servida com gelo, é a bebida oficial do campeonato e será servida durante os jogos. Você pode encontrá-la nos lounges do estádio.

2. Assista ao jogo no Hyde Lounge – a forma mais exclusiva de assistir ao jogo é no Hyde Lounge, o bar/balada que fica dentro do estádio. Se você tem ingresso pro jogo, paga uma taxa de USD 50 para entrar (ou USD 200 para as finais). Quem não tem ingresso, paga USD 100 para entrar (ou USD 500 para as finais).

4. Vá de branco- o tema dos jogos é White Hot, com os torcedores usando branco. Integresse a torcida usando branco, ou se quiser uma camiseta oficial do time, elas estão à venda pelo site http://www.themiamiheatstore.com

5. Assista ao jogo em um bar da cidade- Mesmo sem ingressos pros jogos, não tem porque não participar da festa. A maioria dos bares da cidade vão estar com as TVs ligadas, como muita gente e animação.

Para comprar ingressos para um dos jogos, e só acessar o site do Miami Heat.

Roteiro de um dia em Miami

miami

Este roteiro é pra quem não está com pressa, não tem compromisso e quer passar um dia como os residentes. Comece o dia com uma aula de yoga na Equinox, uma das academias mais baladas da cidade onde você pode comprar um day pass. Com o apetite estimulado, o café da manhã pode ser no Big Pink, um restaurante em Miami Beach que serve o típico breakfast americano, com pancakes, ovos mexidos e French Toast.

De lá, caminhe até a setor da praia ao sul da 5th street, conhecida como a praia dos brasileiros. Além de brasileiros, este pedacinho de South Beach é frequentado por um grupo eclético que vai de famílias a casais em lua de mel. Vale lembrar que top less é permitido em Miami Beach.

Depois do café da manhã reforçado, o almoço pode ser uma salada de frutas ou um smoothie comprado no Whole Foods na Alton Road – eu recomendo o kalelicious, um shake que mistura verduras e frutas.

À tarde, uma massagem e o hamman, a sauna turca do The Standard Spa é perfeita pra relaxar. A piscina do The Standard tem vista para a baía e uma vista linda do por do sol.

Quem acha que um dia perfeito inclui algumas comprinhas, eu recomendo uma visita a 40th Street no Design District, onde ficam algumas butiques de grandes grifes, como a Celine e a Louis Vuitton, e poucas mas boas butiques como a En Avance.

As opções para o jantar são inúmeras, mas eu recomendaria o Mandolin, o restaurante mediterrâneo no Design District, que é casual, autêntico e romântico (veja o post completo aqui).

Lei sobre a carteira internacional revogada

road

Após muita confusão, a situação foi finalmente definida: turistas não precisam da carteira internacional na Flórida, podendo alugar carros e dirigir pelas estradas do estado com a carteira de habilitação brasileira.

A lei, que havia sido instituida em janeiro, foi revogada e ficou tudo na mesma! Quem quiser ler a decisão, pode visitar o site da Visit Florida.

Programas para o domingo de páscoa

little flower

Eu queria dar umas dicas pra quem estiver em Miami para a Páscoa e gostaria de assistir a missa.

A minha igreja favorita se chama Little Flower e fica em Coral Gables, quase em frente do hotel Biltmore. Os serviços são em inglês e em espanhol e este site traz todos os horários. Outra igreja católica muito singela é a St Jude na Brickell Avenue (quase ao lado do hotel Four Seasons). Quem não for católico pode ir na Plymouth Congregational ou na Coral Gables Congregational, para serviços cristãos sem denominação específica.

Depois da missa, o costume é ir ao brunch em um dos hotéis chiques da cidade. O brunch do Biltmore é um exagero de comida mas fica pertinho da Little Flower e da Coral Gables Congregational. Já sugeri alguns lugares pra brunch aqui. Só não pode esquecer de fazer reserva.

Novidade para a família: Dylan’s Candy Bar

Dylans-Candy-Bar-Miami-Beach-2

Quer fazer a alegria da criançada e de alguns adultos também? Dê uma passadinha na Dylan’s Candy Bar, a loja de doces e guloseimas que acaba de abrir uma filial na Lincoln Road em Miami Beach. O ambiente, inspirado pelo filme “A Fantástica Fárica de Chocolate,” é lúdico: docinhos vindos do mundo todo, produtos para festas, sorvetes e até produtos de beleza com gostinho de guloseima. É impossível passar por lá sem ser remetido à infância (embora os doces da minha infância tenham sido cigarrinhos de chocolate e paçoquinha). Mas não importa, é diversão garantida para toda a família.

O Dylan’s Candy Bar fica no 801 Lincoln Road.