Miami na baixa temporada

Distrito Art Deco em South Beach

Distrito Art Deco em South Beach

Junho dá inicio a baixa temporada em Miami, quando os preços despencam vertiginosamente, principalmente se comparados ao período que vai do natal ao fim de fevereiro, quando tudo, mas principalmente os hotéis, ficam caríssimos.

Quem está planejando a viagem em julho, vai pagar preços altos para a parte aérea, mas os hotéis, inclusive os melhores, fazem boas promoções. Vale pesquisar, mesmo que, em princípio, seu orçamento geralmente não encaixe hotéis cinco estrelas. Quer alguns exemplos?

mandarin

O hotel Mandarin Oriental, que fica em uma ilhota na Brickell e é um 5 estrelas de primeira (leia sobre o Azul, o restaurante lindo do hotel neste post) está oferecendo um pacote com café da manhã e estacionamento por USD279 por noite.

bentley-beach-club

A praia do hotel Hilton em South Beach

O Four Seasons oferece a mesma tarifa por noite, com café da manhã; e o Hilton Bentley Bay em South Beach, que é um quarto estrelas respeitável, tem diáriasa partir de USD223 por noite. E em alguns dos hoteis mais econômicos, como o The Shelborne (bom para casais jovens) ou o Newport Beachside Hotel (legal para famílias), as tarifas são ainda mais atrativas.

Além das vantagens oferecidas pelos hotéis, quem vem fazer compras, acaba aproveitando as liquidações que começam no início de junho e estão a todo vapor em julho.

Quem deixar a viagem para agosto, tem ainda mais vantagens: o Miami Spice, a promoção anual em que os restaurantes da cidade, mesmo os melhores, oferecem menus a preços fixos, é uma das melhores oportunidades para se experimentar ótimos lugares a preços bem mais baratos do que no Rio ou em São Paulo.

FPO_MIA_113

Bar do restaurante Edge, que participa do Miami Spice

Mas nem tudo é perfeito na baixa temporada. Chove muito durante o verão, com trovoadas homéricas, e há sempre a possibilidade de furacões, principalmente de agosto a setembro. Furacões fortes são raros, mas mesmo os menores acabam causando problemas, e no mínimo estragam as férias. Não há como evitá-los completamente, mas se você estiver na cidade e um furacão estiver a caminho, tente antecipar seu retorno para o Brasil. Se não for possível, siga as recomendações de evacuação do seu hotel ou da polícia local.

O calorão de Miami é sempre complicado em agosto e setembro, mas quem não liga para isto, não deve hesitar. O verão oferece boas vantagens, principalmente para quem vem para fazer compras e aproveitar os restaurantes.

Anúncios

Restaurantes novos

Swine01swine Coral Gables não é South Beach. Sendo um bairro mais tradicional e menos turístico, as coisas acontecem mais devagar, sem aquela urgência de se tornar badalado. Mas no último mês, o centrinho de Coral Gables viu a abertura de dois restaurantes que prometem trazer um pouco da badalação de Miami Beach para a cidade. O Bulla e o Swine Southern Table & Bar são casas jovens, modernas e com ambiente bem animado.

O Bulla é espanhol, servindo tapas que misturam tradição com as tendências moderninhas de preparo que são moda ultimamente. A maior atração do local é o bar, que fica logo a entrada do restaurante, e onde a clientela de todas as idades se reúne para beber alguma coisa e beliscar.

O Swine, que fica quase em frente do Bulla na avenida Ponce de Leon, é dos mesmos donos do Yardbird (post aqui), e segue a mesma linha, servindo comida e drinques inspirados pela culinária tradicional do sul dos Estados Unidos. O ambiente é moderninho mas sem ser pretensioso, e os pratos são preparados com ingredientes autênticos provenientes de fazendas da Georgia e do centro da Flórida. Embora o menu tenha um pouquinho de tudo,  a maioria dos pratos revolvem em torno de carnes: no dia em que jantei  lá, o destaque ficou para o peito bovino defumado (smoked brisket) preparado no estilo do Texas, e para a costelinha de porco com molho de barbecue à moda de Memphis.

A lista de coquetéis é extensa, e a maioria usa como base os Bourbons e Whiskeys americanos. O brunch de domingo, servindo waffles, panquecas com geleia caseira e sanduíches de carne desfiada, é a novidade para o verão. O Swine não aceita reservas, e como já caiu nas graças da moçada descolada, melhor ir preparado para esperar um pouco.

Restaurantes românticos

azul

Eu fiz um post com restaurantes românticos há algum tempo atrás, mas como um dos lugares indicados fechou, achei que estava na hora de dar uma atualizada no post.

casa-tua

Miami tem muito restaurante badalado, mas poucos são tão românticos quanto o italiano Casa Tua em South Beach. Escondido dentro de uma casa no distrito Art Deco, o restaurante fica dividido entre várias ambientes: o jardim, a biblioteca e a mesa do chefe (indicada para grupos maiores). O décor reflete bem o nome do lugar, e voce se sentirá como se estivesse na casa de um amigo, se seus amigos moram em Capri e são impecáveis. Ou seja, o Casa Tua é meio pretensioso mas se você nao se importar com isto, vai adorar. A comida, com especialidades do norte da Italia, é preparada com os melhores ingredients e a carta de vinhos é extensa. Prepara-se para gastar, porque os preços são bem salgados.

Outro que eu recomendo para uma ocasiao especial é o Azul, que fica no hotel Mandarin Oriental e serve pratos da cozinha internacional com um leve toque oriental. O clima é menos intimista do que no Casa Tua mas o serviço é impecável, e as mesas perto das janelas têm uma linda vista da Baía de Biscayne.

Cecconi's Miami Beach

O Cecconi’s tem um dos ambientes mais gostosos de Miami e é perfeito para uma noite no outono ou inverno, quando o teto removível fica aberto. A decoração remete a um jardim em Veneza, com mesas e sofás espalhados sob árvores iluminadas por pequenas lâmpadas, que dão um ar de floresta encantada ao espaço. O cardápio de clássicos da cozinha italiana e o bar bem frequentado fazem do Cecconi’s um restaurante perfeito para dois ou para um grupo de amigos. Leiam um post bem completo aqui.

Uma opção mais econômica é o Mandolin, um bistro que serve cozinha síria e grega no Design District. O ambiente é bem mais despojado do que os outros restaurantes desta lista, mas não menos romântico. Como a maioria das mesas ficam ao ar livre, a pedida é ir numa noite fresca. Nao esqueça de experimentar a sangria preparada com agua de rosas!

Meus restaurantes favoritos de 2012

Acompanhar os restaurantes da moda em Miami não é fácil e agora no fim do ano, achei uma boa ideia dar uma olhada naqueles que recomendei em 2012 e ver quem continua legal, já entrou em decadência ou até fechou. A listina abaixo inclui os meus favoritos de 2012 que continuam bombando:

the bazzar

O The Bazaar que abriu no hotel SLS no verão, é filial do famoso restaurante de Los Angeles e depois de seis meses aberto, ele continua frequentado por uma mistura de locais e turistas e oferecendo um ambiente animado e qualidade na comida. Eu fiz uma resenha completa assim que ele abriu e continuo recomendando pruma noite divertida, principalmente em grupo.

Cecconi’s– chique e bem frequentado e com comida deliciosa, o Cecconi’s continua sendo um dos meus favoritos.

Yardbird– casual e super lindinho, com boa comida e preços, recomendadíssimo.

juvia-terrace

Juvia– quem leu o meu post, percebeu que eu não amei a comida, mas o terraço do Juvia continua bombando. Uma ótima opção pra drinks.

makoto

E pra quem gosta de comida japonesa, a minha recomendação é o Makoto no shopping Bal Harbour, que nunca decepciona.

Programa para o almoço de domingo: Joe’s Stone Crabs

joes-2

Os stone crabs são caranguejos típicos do sul da Flórida que aparecem nos menus de quase todos os restaurantes em Miami de outubro a maio, e o melhor lugar para experimenta-los é o super tradicional Joe’s Stone Crabs. Em Miami desde 1913, o Joe’s é um daqueles restaurantes que todo mundo adora e onde há sempre filas enormes pois não aceitam reservas.

joes2

Nos dias de semana, o almoço é muito concorrido, sempre com uma mistura de turistas e de moradores da cidade. Embora o restaurante feche aos domingos, o Joe’s Take Away fica aberto, onde a gente pode comprar tudo prum piquenique ou para comer ali mesmo (o takeaway é grande com mesas, bar e muito movimento).

Além dos caranguejos e dos acompanhamentos tradicionais de pão preto e cole slaw, uma boa pedida é comprar uma garrafa de vinho e o take away  tem um monte de opções de qualidade e com bons preços.

Restaurante badalado: Estiatorio Milos

Ontem fomos experimentar o Milos, um restaurante novo que já se tornou um dos mais badalados da cidade, sendo frequentado por famosos e pelo pessoal que quer ver e ser visto.

Localizado na pontinha mais sul de Miami Beach, uma área conhecida como South of Fifth, o restaurante oferece uma opção sofisticada para quem gosta da cozinha grega. O restaurante é belamente decorado, com duas salas principais e um terraço, mas é o bar animado e o freezer, onde peixes e frutos do mar, importados diariamente do Mediterrâneo, ficam expostos, que chamam a atenção.

O cardápio traz pratos da cozinha internacional, tais como o sashimi de atum, tartar de salmon e lagosta, mas o foco são as opções da cozinha grega tradicional, e os peixes, que você pode escolher inteiro e determinar a forma de preparo. Vale notar que os peixes e frutos do mar são vendidos por quilo e que os preços são bem salgadinhos. Afinal, não deve ser barato trazer peixe diariamente de avião. O meu conselho? Pergunte o preço antes de escolher.

As entradas vão de USD $10 a USD $29 e os pratos principais de USD $41 a USD $61. Muitos dos pratos são bem fartos e podem ser divididos, mas mesmo assim, a conta, com uma garrafa de vinho grego de preço médio, dificilmente sai por menos de USD $100 por pessoa.

Quem procura uma opção mais barata de cozinha grega, deve experimentar o Mandolin Aegean Bistro.

Restaurantes para família

Quando a gente viaja com a agenda lotada, muitas vezes acaba entrando no primeiro Mc Donald’s, principalmente na correria das compras. Mas eu garanto que ninguém precisa comer junk food em Miami, mesmo que queira economizar ou fazer um refeição rápida.

Segue aqui uma listinha dos meus favoritos para uma almoço rápido e nutritivo:

Pasha’s– os sabores do mediterrâneo indo da Grécia ao Líbano compõem o cardápio deste restaurante de fast food com filiais em Miami Beach, Brickell, Coral Gables e no Aventura Mall. As opções são saborosas e preparadas com ingredientes frescos. Eu recomendo o Lamahjin, uma espécie de esfiha bem fininha e as brochetes de carne, peixe ou frango.

Lime Mexican Grill– as opções de fast food mexicano em Miami são variadas, mas o Lime é a melhor delas,  oferecendo pratos tradicionais como fajitas, burritos e quesadillas preparados com bons ingredientes. A comida é farta e os preços baixos e as filiais ficam em Downtown, no Shops of Midtown ou em Miami Beach (onde sempre tem uma filinha na porta).

Pollo Tropical– este restaurante de comida caribenha estilo fast food é um dos mais tradicionais da cidade e um dos favoritos dos moradores. Os pratos baseados em arroz, feijão e frango grelhado são simples e perfeitos pro paladar brasileiro. As filiais estão espalhadas pela cidade inteira.

Os Tropichops do Pollo Tropical

Deu fome? Não se esqueçam de seguir o blog no facebook, onde eu sempre acabo postando fotos de comidinhas
que acabam não entrando aqui no blog

Scarpetta: italiano sofisticado no hotel Fountainebleau

Pra celebrar nosso aniversário de casamento, escolhemos jantar ontem no Scarpetta, o italiano do Fountainebleau. Eu não sou super fã do hotel, porque é imensos com literalmente milhares de apartamentos e aquela sensação de que você está num navio, com gente pra lá e pra cá.

Mas tenho que admitir que as piscinas de frente pro mar estão entre as mais bonitas de Miami, e pra quem procura um hotel com tudo dentro, restaurantes, balada, spa, ele é uma boa pedida.

Em minha opinião, a grande atração do Fountainebleau são seus oito restaurantes e entre eles, o Scarpetta é o melhor. Primeiro, o ambiente é lindo, principalmente o bar. Vale a pena chegar um pouco antes da reserva e escolher uma das mesinhas para bebericar, observar o movimento e admirar a decoração, extremamente bem realizada seguindo um tema náutico.

O cardápio para lá de interessante combina clássicos, como steak tartar com ovo de codorna, com pratos contemporâneos como o hamachi cru. As pastas são de ótima qualidade, e mesmo as mais simples, como o espaguete ao molho de tomates, tem um toque sofisticado no preparo.

Nós escolhemos compartilhar o hamachi e o agnelotti de carneiro como entradas e como prato principal, eu fui de steak tartare e o marido de pato. Todos os pratos foram preparados perfeitamente, o hamachi com um toque de sal grosso e ervas, e o agnelotti levando  menta para contrastar com o carneiro. Pra quem gosta de pato, o daqui figura entre os melhores de Miami, de acordo com o marido, que se diz especialista.

A lista de vinhos do Scarpetta e seríssima e com preços altos, mas há algumas opções razoáveis como o Chianti Clássico ou o Super Tuscan. Com uma garrafa de vinho de preço médio, um jantar no Scarpetta sai por cerca de US$ 85 por pessoa.

Restaurante novo em Miami Beach, casual e com bons preços


Eu ainda estou no Brasil, mas o marido passou a noticia hoje da abertura do Cooper Avenue, um novo restaurante em Miami Beach. Ele esteve lá ontem à noite com um amigo e aprovou. A proposta é simples: comida da nova culinária americana em porções fartas que são servidos “family style” ou em pratos individuais. São saladas, massas e carnes e sanduiches para o almoço. Os preços vão de $9 a $30 dólares e o restaurante fica aberto para o café da manha, almoço, jantar e para o brunch de domingo.

O Cooper Avenue fica no prédio da New World Symphony, pertinho da Lincoln Road, fazendo dele um lugar perfeito para antes e depois dos concertos. Como os donos do restaurante são conhecidos na cidade, aposto que o Cooper Avenue vai se tornar um point pros moradores da região. Vale conferir!

Dicas de Sunny Isles

Um amigo e leitor do blog está planejando passar uma semana em Miami no fim do ano e escolheu ficar em Sunny Isles. Então eu resolvi fazer uma listinha com as minhas dicas daquela região que espero sirvam pra ele e pra vocês também.

Com Bal Harbour ao sul, Aventura ao oeste e Golden Beach e Hollywood ao norte, Sunny Isles é um bairro rodeado de coisas legais. Quando eu me mudei pra Miami, Sunny Isles era cheio de prédios velhinhos e de gente aposentada, mas nos últimos cinco anos, a cidade (que na verdade é um município mais ou menos independente de Miami) se modernizou, com hotéis e prédios de luxo. Como tem muito apartamento pra temporada naquela área, não é difícil alugar um em um perto da praia por cerca de 150 dólares por dia. O site Airbnb, que eu usei pra alugar um apartamento em Paris, tem alguns em Sunny Isles.

Restaurante- na minha opinião, um dos melhores italianos de Miami é o Timo, que fica em num strip mall, aqueles pequenos shoppings que dão de frente pra avenidas, em Sunny Isles. Vale a pena ir ao Timo mesmo quem não estiver hospedado por perto. A cozinha é autêntica, o espaço aconchegante e as massas e  pizzas, de massa fininha, são uma delícia.

Farmácia Chique- pra quem gosta de comprar cosméticos em farmácia (e quem não gosta), fica em Sunny Isles uma Walgreens com um setor de beleza super diferenciado. A Look Boutique, parece uma mini Sephora, com marcas não encontradas em outras farmácias, tais como La-Roche Posay, Vichy, Rilastil, etc. Eles vendem também uma selecao enorme de esmaltes da OPI e eu comprei aquele produtinho pros cílios, o Lipocils, lá.

Eu super recomendo essa farmácia, embora seja meio longe de outras partes da cidade como Miami Beach ou Brickell. Acho até que vou dar uma passada nesse fim de semana e faço um post com mais detalhes pra vocês.

Mercado gourmet- o Epicure, um mercado gourmet que tem anos de tradição em Miami Beach, abriu recentemente em Sunny Isles. Tudo é delicioso e o destaque vai pra padaria e pros pratos prontos, principalmente os típicos judaicos. As carnes, caríssimas, estão entre as melhores de Miami. A melhor torta de maça também!

Gostaram de Sunny Isles? Qual sua região favorita de Miami?