Miami Spice: dicas de restaurantes em promoção

O db bistro serve comida francesa requintada

O db bistro serve comida francesa requintada

Comer fora em Miami em agosto e setembro é muito mais gostoso e bem mais barato, já que os melhores restaurantes da cidade participam da promoção Miami Spice, um dos eventos mais legais da culinária local.Durante os dois meses são servidos menus fixos com entrada, prato principal e sobremesa com preços de $19 a $23 no almoço e $33 a $39 para o jantar, dependendo do restaurante.

makoto

Eu dei uma olhadinha na lista dos restaurantes e as opções este ano são inúmeras, inclusive, vários dos meus favoritos participam. Entre os que eu recomendo se destacam o Makoto no shopping Bal Harbour, o Cecconi’s no hotel Soho Beach House (leia post aqui), o Machialina, o DB Bistro Moderne no hotel Marriott Marquis em Downtown e o Edge Steak and Bar no hotel Four Seasons (tem resenha aqui).
Edge Entrance 1

Pra dar uma espiada nos menus, conhecer os restaurantes participantes e fazer reservas, a pedida é visitar o site da promoção, pois alguns restaurantes oferecem o cardápio especial somente em dias específicos.

Anúncios

Restaurantes novos

Swine01swine Coral Gables não é South Beach. Sendo um bairro mais tradicional e menos turístico, as coisas acontecem mais devagar, sem aquela urgência de se tornar badalado. Mas no último mês, o centrinho de Coral Gables viu a abertura de dois restaurantes que prometem trazer um pouco da badalação de Miami Beach para a cidade. O Bulla e o Swine Southern Table & Bar são casas jovens, modernas e com ambiente bem animado.

O Bulla é espanhol, servindo tapas que misturam tradição com as tendências moderninhas de preparo que são moda ultimamente. A maior atração do local é o bar, que fica logo a entrada do restaurante, e onde a clientela de todas as idades se reúne para beber alguma coisa e beliscar.

O Swine, que fica quase em frente do Bulla na avenida Ponce de Leon, é dos mesmos donos do Yardbird (post aqui), e segue a mesma linha, servindo comida e drinques inspirados pela culinária tradicional do sul dos Estados Unidos. O ambiente é moderninho mas sem ser pretensioso, e os pratos são preparados com ingredientes autênticos provenientes de fazendas da Georgia e do centro da Flórida. Embora o menu tenha um pouquinho de tudo,  a maioria dos pratos revolvem em torno de carnes: no dia em que jantei  lá, o destaque ficou para o peito bovino defumado (smoked brisket) preparado no estilo do Texas, e para a costelinha de porco com molho de barbecue à moda de Memphis.

A lista de coquetéis é extensa, e a maioria usa como base os Bourbons e Whiskeys americanos. O brunch de domingo, servindo waffles, panquecas com geleia caseira e sanduíches de carne desfiada, é a novidade para o verão. O Swine não aceita reservas, e como já caiu nas graças da moçada descolada, melhor ir preparado para esperar um pouco.

Meus restaurantes favoritos de 2012

Acompanhar os restaurantes da moda em Miami não é fácil e agora no fim do ano, achei uma boa ideia dar uma olhada naqueles que recomendei em 2012 e ver quem continua legal, já entrou em decadência ou até fechou. A listina abaixo inclui os meus favoritos de 2012 que continuam bombando:

the bazzar

O The Bazaar que abriu no hotel SLS no verão, é filial do famoso restaurante de Los Angeles e depois de seis meses aberto, ele continua frequentado por uma mistura de locais e turistas e oferecendo um ambiente animado e qualidade na comida. Eu fiz uma resenha completa assim que ele abriu e continuo recomendando pruma noite divertida, principalmente em grupo.

Cecconi’s– chique e bem frequentado e com comida deliciosa, o Cecconi’s continua sendo um dos meus favoritos.

Yardbird– casual e super lindinho, com boa comida e preços, recomendadíssimo.

juvia-terrace

Juvia– quem leu o meu post, percebeu que eu não amei a comida, mas o terraço do Juvia continua bombando. Uma ótima opção pra drinks.

makoto

E pra quem gosta de comida japonesa, a minha recomendação é o Makoto no shopping Bal Harbour, que nunca decepciona.

Scarpetta: italiano sofisticado no hotel Fountainebleau

Pra celebrar nosso aniversário de casamento, escolhemos jantar ontem no Scarpetta, o italiano do Fountainebleau. Eu não sou super fã do hotel, porque é imensos com literalmente milhares de apartamentos e aquela sensação de que você está num navio, com gente pra lá e pra cá.

Mas tenho que admitir que as piscinas de frente pro mar estão entre as mais bonitas de Miami, e pra quem procura um hotel com tudo dentro, restaurantes, balada, spa, ele é uma boa pedida.

Em minha opinião, a grande atração do Fountainebleau são seus oito restaurantes e entre eles, o Scarpetta é o melhor. Primeiro, o ambiente é lindo, principalmente o bar. Vale a pena chegar um pouco antes da reserva e escolher uma das mesinhas para bebericar, observar o movimento e admirar a decoração, extremamente bem realizada seguindo um tema náutico.

O cardápio para lá de interessante combina clássicos, como steak tartar com ovo de codorna, com pratos contemporâneos como o hamachi cru. As pastas são de ótima qualidade, e mesmo as mais simples, como o espaguete ao molho de tomates, tem um toque sofisticado no preparo.

Nós escolhemos compartilhar o hamachi e o agnelotti de carneiro como entradas e como prato principal, eu fui de steak tartare e o marido de pato. Todos os pratos foram preparados perfeitamente, o hamachi com um toque de sal grosso e ervas, e o agnelotti levando  menta para contrastar com o carneiro. Pra quem gosta de pato, o daqui figura entre os melhores de Miami, de acordo com o marido, que se diz especialista.

A lista de vinhos do Scarpetta e seríssima e com preços altos, mas há algumas opções razoáveis como o Chianti Clássico ou o Super Tuscan. Com uma garrafa de vinho de preço médio, um jantar no Scarpetta sai por cerca de US$ 85 por pessoa.

Restaurantes românticos

 

 

casa tua

azul

Eu queria dar dicas pra quem vai passar oValentine’s Day (dia dos namorados) aqui em Miami pois embora estas datas sejam meio fajutas, quem não adora uma desculpa para celebrar a dois?

Miami tem muito restaurante badalado mas poucos são tão românticos quanto o italiano Casa Tua. Como ele fica dentro de uma casa em South Beach, o ambiente reflete o nome, bem, se a sua casa for em Capri e decorada com o maior bom gosto. A comida é deliciosa e a clientela sofisticada.

Outro muito bonito é o Azul que serve pratos da cozinha internacional com um leve toque orienta no no hotel Mandarin Orientall. O clima é menos intimista do que no Casa Tua mas o serviço é impecável e as mesas perto das janelas têm uma linda vista da Baía de Biscayne.

A minha última dica é o Red Light Little River, que poucos turistas conhecem. Localizado às margens do Miami River (a gente esquece que um rio corta Downtown) o ambiente é bem casual, parecido com aqueles restaurantes na beira da praia no Brasil. A comida é simples mas preparada com um toque gourmet, os preços são super razoáveis e a vista do terraço cria o clima romântico.

Caipira moderninho: restaurante badalado em Miami Beach

A fachada do Yardbird em Miami Beach

A tendência dos restaurantes em Miami ultimamente é servir comida com ingredientes simples mas de boa qualidade, em pratos preparados sem muita frescura. O Yardbird é um dos melhores exemplos desta onda.

Servindo a culinária tradicional do sul dos Estados Unidos, modernizada por um chefe super competente, o Yardbird rapidamente se tornou o queridinho da moçada animada de Miami Beach.

blackeberry

O drinque Blackberry Lemonade é demais

A especiliadade da casa, como não podia deixar de ser, é o frango frito empanado (fried chicken), que vem à mesa com os tradicionais biscuits. A tábua de charcuterie preparada em casa, e as saladas são excelentes também.

Os coquetéis, servidos aqui nos Mason Jars, aqueles copos de geleia tradicionais, são preparados com Bourbon, o whiskey americano feito a base de milho. Não deixe de experimentar o Blackberry Bourbon, que leva espumante, frutas vermelhas e Bourbon.

O ambiente é animado, com muita música (rock do sul dos Estados Unidos) e os preços para o jantar, cerca de $50 dólares por pessoa, são super razoáveis. Só não esqueça de fazer reservas, pois como todo lugar da moda, o Yardbird está sempre lotado.