Miami Spice: dicas de restaurantes em promoção

O db bistro serve comida francesa requintada

O db bistro serve comida francesa requintada

Comer fora em Miami em agosto e setembro é muito mais gostoso e bem mais barato, já que os melhores restaurantes da cidade participam da promoção Miami Spice, um dos eventos mais legais da culinária local.Durante os dois meses são servidos menus fixos com entrada, prato principal e sobremesa com preços de $19 a $23 no almoço e $33 a $39 para o jantar, dependendo do restaurante.

makoto

Eu dei uma olhadinha na lista dos restaurantes e as opções este ano são inúmeras, inclusive, vários dos meus favoritos participam. Entre os que eu recomendo se destacam o Makoto no shopping Bal Harbour, o Cecconi’s no hotel Soho Beach House (leia post aqui), o Machialina, o DB Bistro Moderne no hotel Marriott Marquis em Downtown e o Edge Steak and Bar no hotel Four Seasons (tem resenha aqui).
Edge Entrance 1

Pra dar uma espiada nos menus, conhecer os restaurantes participantes e fazer reservas, a pedida é visitar o site da promoção, pois alguns restaurantes oferecem o cardápio especial somente em dias específicos.

Anúncios

Brunch no La Gloutonnerie

gluton1
Há um tempo atrás, eu fiz um post recomendando meus brunchs favoritos em Miami (leia aqui), mas como o brunch é uma atividade favorita por aqui (meio o nosso almoço de domingo), achei que estava na hora de dar uma novidade sobre assunto.

La Gloutonnerie é uma brasserie francesa que fica em South Beach, na região ao sul da 5th street, onde se encontram alguns prédios residenciais e restaurantes badalados, tais como o grego Estiatorio Milos e o Prime One Twelve. A comida é tipo básica francesa, steak frites, ostras, terrines, servida em porções enormes, perfeitas para dividir.

???????????????????????????????

O brunch, servido das 11 as 16 hs todos os domingos é a novidade. Eu não sou super fã de self service, mas achei tudo muito bem feito e elegante. Os pratos são típicos deste tipo de refeicão: waffles, omeletes (feitos com o recheio que você escolher), bagels, saladas e pelo menos uma variedade de carne assada. O toque francês fica por conta dos queijos, pães, patês e uma grande variedade de sobremesas. O preço, USD 45 por adulto, inclui duas taças de mimosa.

???????????????????????????????

Se voce for em um dia bonito, procure uma mesa no terraço, que é muito convidativo.

Ásia de Cuba: um restaurante que é a cara de Miami

Sábado eu fui convidada pra jantar no Ásia de Cuba, o restaurante do Mondrian South Beach, que é um hotel butique badalado (veja o post aqui).

Apesar de não ser novo, o Ásia de Cuba é um daqueles restaurantes modernos, mas que serve comida gostosa em um ambiente animado. O hotel fica de frente pra Baia de Biscayne, ou seja, não é do lado da praia, mas a vista é linda, principalmente à noite. Eu sentei no interior do restaurante, mas as mesas externas, na beira da piscina são uma ótima pedida em uma noite fresca.

A minha reserva era pras 20:30h mas chegamos um pouco mais cedo e o bar já estava lotado, cheio de gente animada. Eu normalmente não tomo coquetel, mas os mojitos de frutas vermelhas estavam com uma cara tão boa que eu não resisti. E valeu a pena mesmo, super refrescante e servido em copos de geleia estilizados com o toque de um pauzinho de cana-de-açúcar pra enfeitar.

Como o nome indica, o menu é asiatico com toques latinos, uma fusão de sabores pronunciados em pratos fartos e perfeitos pra compartilhar. Nós pedimos um tartar de atum que foi preparado com azeitonas, amêndoas e pedacinhos de coco e as Gambas Mai Tai, camarões gigantes em molho de curry tailandês. O arroz que acompanha o prato é servido enrolado em folha de bananeira o que o faz  adocicado, oferecendo um contraste perfeito ao curry apimentado.

 

O Ásia de Cuba é perfeito pra ir com um grupo de amigos e sentar nas mesas comunais, experimentando um monte de pratos, ou pra quem quer um restaurante com um ambiente que é a cara de South Beach. Os preços das entradas vão de 12 a 17 dólares e os pratos principais de 25 a 48, mas como as porções são grandes e  feitas pra compartilhar, o custo fica mais razoável. A carta de vinhos tem um número limitado de garrafas de grandes produtores, com preços a partir de 45 dólares (os melhores ficam acima de 80). Há também uma boa seleção de saquês e cervejas.

The Dutch: restaurante da moda

Foto do Mark Roskams

O chefe Andrew Carmellini de NY trouxe para o hotel W South Beach, uma filial de seu restaurante, o The Dutch, servindo pratos baseados na culinária tradicional mas preparados de forma moderna.

A inspiração, segundo o chefe, vem de suas viagens de infância pelos Estados Unidos, mas os pratos vão além, trazendo também os sabores do Caribe, Cuba e Itália.A decoração do The Dutch lembra uma casa de praia das cidades litorâneas de Cape Cod ou de Hamptons, com  paredes de tijolos brancos e mesas de madeira lavada no terraço. O bar de zinco serve frutos do mar, com ênfase nas ostras vindas das melhores regiões produtoras do país.

Eu, no The Dutch

O pão de milho, uma tradição do sul dos Estados Unidos, sai quentinho do forno instalado no meio do restaurante. Uma entrada deliciosa é a pizza de caranguejo azul, que por não levar queijo, deixa o caranguejo e o delicioso molho de tomates com toques de pimenta jalapeño brilhar.  Os mini sanduiches de ostra também são perfeitos para uma refeição leve, enquanto as carnes são servidas em porções fartas, ideais para compartilhar.  A seleção de vinhos tem várias regiões representadas e quem gosta dos franceses do Rhone vai encontrar o famoso Chateauneuf Beaucastel das safras de 95, 98, 99, 200, 2003 e 2009. Uma boa pedida de vinho é o JL Chave 2009 Mon Coeur por $50 (dica do Jason). Espere gastar por volta de $60 por pessoa para entrada, prato principal e sobremesa, sem vinhos.

O The Dutch está na moda e as reservas são essenciais, mas infelizmente, este não é um daqueles restaurantes onde a gente senta e relaxa por horas. No dia que eu fui, o serviço estava super corrido e ficou claro que eles queriam as mesas. Chato, né?

Restaurante novo: Edge, Steak and Bar

Edge, Steak and Bar, o restaurante do Four Seasons, surpreende pois embora esteja localizado em um dos hotéis mais sofisticados e caros da cidade, é super acessível. Com um bar animado e ambiente jovem, o Edge já está se tornando um dos pontos de encontro na região da Brickell para a happy hour, principalmente em dias ensolarados e frescos, quando a turma toma conta do lindo terraço.

O menu é eclético com ênfase nas carnes e peixes e eu adorei o pato preparado com figos e a corvina com crosta de manjericão em molho de pimenta piquillo. Eu recomendo o tiradito de wahoo ou os tartare de atum pra quem quizer uma entrada leve mas com sabores complexos.

A carta de vinhos oferece mais de 50 opções por menos de 100 dólares e a seleção de cabernets americanos inclui alguns produtores menos conhecidos mas de alta qualidade. Para a sobremesa eu recomendo uma que é a cara de Miami — coffee and doughnuts – bolinhos de canela servidos com espuma de café.

o tiradito de wahoo

Brunch de domingo

Miami oferece um número enorme de opções para os amantes do brunch, aquela refeição deliciosa e tipicamente americana que combina pratos do almoço e do café-da-manha. Os meus brunches favoritos proporcionam três formas distintas de se passar uma tarde de domingo. Quem gosta de brunch regado a champagne, combinando os pratos clássicos com a tendência da comida mais casual encontrada nos “food trucks”, a pedida é o brunch do Four Seasons. Os pães são feitos em casa, o buffet conta com uma ótima seleção de queijos internacionais, o raw bar tem ostras, camarão, stone crabs, salmão defumado e caviar, e há sempre uma variedade enorme de sobremesas.

Já no hotel The Setai em Miami Beach, o brunch é mais exótico, servindo pratos da Tailândia, China, Índia e França. Tudo é preparado  de forma bem autêntica e o restaurante é um dos mais bonitos de Miami.

O restaurante Ice-Box Café em Miami Beach é a opção mais casual mas não menos deliciosa.  O cappuccino é um dos melhores da cidade e a panqueca (pancake) de frutas vermelhas, imperdível.

O interior do icebox cafe

o brunch do Setai