Dica de hotel de luxo: Four Seasons Hotel Miami

Recentemente eu fui convidada pra ficar no hotel Four Seasons aqui em Miami para experimentar o serviço e o restaurante novo.

É meio estranho ficar em hotel na cidade onde a gente mora mas eu resolvi tirar o fim de semana pra dar uma turista mesmo. Nós chegamos na sexta feira no fim da tarde e saimos no domingo, tentando aproveitar tudo o que hotel tinha pra oferecer.
photo (3)

Eu adoro a marca Four Seasons e já fiquei em vários ao redor do mundo. O de Miami fica em um prédio de 70 andares, destes de uso misto, ou seja, inclui apartamentos, escritórios e o hotel. Então, ele tem uma cara meio corporativa e pelo lado de fora é pouco charmoso. O outro probleminha é que o lobby fica no sétimo andar. Ou seja, você chega na entrada e tem que pegar um elevador pra fazer o check in no lobby do hotel propriamente dito.

Embora não fique na praia, a piscina do Four Seasons é um show e o terraço tem um toque tropical sofisticado. Como é sempre o caso nos hotéis da marca, o serviço ao redor da piscina e impecável. São mimos como borrifadas de  Evian, toalhinhas geladas, revistas, além de bebidinhas e comidinhas. A piscina Palm Grove, rasinha e pontuada por palmeiras, é o lugar ideal pra dar uma relaxada em uma rede.

Os apartamentos ficam entre os pisos 20 e 29 e a maioria tem vista panorâmica, mas os de categoria premier, situados diretamente de frente pra Baia de Biscayne, oferecem as melhores vistas. Todos são grandes e com decoração sofisticada, embora meio insossa (achei um defeitinho). Os banheiros são impecáveis e as camas, criadas especialmente para a marca, divinas (eu até comprei uma para minha casa).

Vocês podem ler sobre o novo restaurante do hotel, o Edge, aqui neste post mas eu adianto que ele é uma boa pedida para o brunch de domingo ou prum jantar a dois, mesmo que você não esteja hospedado no hotel.

E antes que eu me esqueca, o hotel tem uma super academia, com yoga, pilates e outras aulinhas sem custo adicional. Embora eles não cobrem o resort fee, aquele taxas adicionais que eu detesto, o wi-fi não é free.

Não dá pra falar do Four Seasons em Miami sem mencionar sua coleção de arte. Avaliada em mais de três milhões de dólares, ela enche os olhos. A escultura de Fernando Botero, que ocupa lugar especial no lobby, chama a atenção, mas há arte em todos os cantinhos, inclusive pinturas originais nos apartamentos. Tudo foi criado especialmente pro hotel e são tantas obras que eles podem se dar ao luxo de colocar uma colagem do artista brasileiro Vik Muniz, considerado um superstar da arte contemporânea, escondida em um cantinho.

Mas sinceramente, tem um monte de hotel de luxo em Miami e todos são lindos. O que diferencia o Four Seasons é o serviço, a atenção aos detalhes e a amabilidade dos funcionários. Eles estão sempre prontos não apenas pra servir, mas pra surpreender, pensando naquilo que nem você sabia que queria.

O Four Seasons é perfeito pra quem procura mimo e serviço e prefere ficar um pouco longe da loucura de Miami Beach.

Anúncios

Free Wi-Fi

Um papo que anda rolando entre os blogueiros de viagem e no twitter recentemente é a questão de wi-fi gratuito em hotéis. Como ninguém viaja sem pelo menos um smartphone hoje em dia, uma conexão adequada e grátis se tornou essencial. Eu resolvi fazer uma listinha de hotéis em Miami que oferecem free wi-fi. Inclui apenas aqueles onde a internet é completamente gratuita e não embutida em outra taxa tal como um resort fee.  Infelizmente, a qualidade do wi-fi varia muito de hotel pra hotel e em alguns casos costuma ser lenta.

St Regis

JW Marriott Marquis

Soho Beach House

Canyon Ranch Miami Beach

The Setai

The National

The Besty

Gansevoort Miami Beach

Acqualina Resort & Spa

Como duvido que minha lista esteja completa, me avisa se deixei de fora algum hotel.

Hotéis de Luxo

a piscina do four seasons

 

Estou escrevendo hoje sobre  hotéis de luxo para atender um leitor de muito bom gosto que pediu um post sobre o assunto. Este é um tema quase inesgotável pois vira e mexe abre um hotel de “luxo” por aqui. Coloquei a palavra “luxo” entre parênteses pois infelizmente o seu significado anda diluído. Pra mim, hotel de luxo tem que preencher certos quesitos básicos: concierge e room service 24 horas (sabe lá se o vôo vai atrasar), academia bem equipada (mesmo que seja pequena), cama impecável e claro, serviço. E nada de serviço “sim senhora, vou falar com o gerente” quero serviço engajado onde os funcionários intuitivamente saibam como servir e sejam encorajados a resolver os problemas rapidamente (pois alguma coisa vai sair errado, mesmo nos melhores lugares).  E em uma cidade como Miami, quero um lugar onde no fim do dia, eu tenha sossego. Ou seja, se houver balada na piscina, não quero ouvir no meio da noite.

Seguindo estes critérios, segue aqui a minha lista de hotéis com nota A+:

Four Seasons – a marca é sinonimo com serviço a nível mundial e em Miami não é diferente. O hotel é um dos poucos na cidade que regularmente recebe prêmios por seu serviço primoroso, os apartamentos passaram por reforma recentemente e  há um novo restaurante (depois eu conto mais sobre isto). O Four Seasons fica em Downtown, então, não vai ser legal para  quem estiver a fim de curtir praia. É ideal pra quem vem a Miami pra fazer compras, passear e aproveitar a vida noturna mas que não abre mão de mordomia. Ah, a piscina é uma das melhores, além de grande, há sempre alguém oferecendo uma revista, um sorvetinho ou uma borifada de Evian pra refrescar.

Mandarin Oriental – como o Four Seasons, ele fica na região da Brickell, então quem pretender ir a praia vai ter que pegar carro. E não se enganem com aquela foto que parece uma “praia” no site deles (abaixo). É apenas um aterro com vista pra baía. A área é rochosa e não dá pra entrar na água, só serve mesmo pra  tomar sol. O forte do Mandarin é seu spa impecável e o restaurante Azul, que continua sendo um dos meus favoritos. E claro, o serviço é super atencioso.

“praia” do mandarin

The Setai – pra quem quer ficar em Miami Beach na mordomia, o The Setai é a melhor pedida. A decoração tem um toque asiático mas nada frio e naquela região, onde serviço é escasso, o The Setai se destaca. Os apartamentos de frente pro mar têm vista de tirar o fôlego e a decoracão é super sexy. Este é o hotel ideal pra quem vem de lua de mel ou em viagem hyper romântica.

Miami ganha um St Regis bem em frente ao Bal Harbour Shops em fevereiro. A marca St Regis é uma das melhores, então, estou super curiosa pra conhecer. Não sei se ele acaba nesta lista exclusiva mas eu prometo experimentar e contar tudo pra vocês.

Ufa, na próxima falo dos hotéis que embora não sejam A+, recebem com certeza um A ou um B+!

Qual o seu hotel favorito em Miami? A minha lista de hotéis A+ está completa?