O Biltmore Hotel: tradição em Coral Gables

Por incrível que pareça eu nunca falei aqui no blog sobre o hotel Biltmore em Coral Gables, que é praticamente meu vizinho. Pros residentes de Coral Gables, o Biltmore funciona como um clube onde associados usam a academia, a piscina e as quadras de tênis. Como não podia deixar de ser, eu estou sempre lá. O marido usa a academia, de vez em quando eu vou pra piscina, e frequentemente vamos jantar no restaurante Fontana, que serve comida italiana em um ambiente lindo ao ar livre.

Em uma cidade jovem como Miami, o bairro de Coral Gables e o Biltmore, oferecem uma conexão com o passado. Construído em 1926 como um hotel, ele foi usado como um hospital militar e acolheu veteranos da segunda guerra. Subsequentemente, entrou em decadência e na década de 80 foi reformado e reaberto.

O coração do hotel é ocupado pela piscina, que impressiona por seu tamanho, e quem já assistiu aos filmes da Esther Wiliams, vai reconhecê-la  das cenas de nado sincronizado. Pra que quer muito conforto ou está com a família, a pedida é alugar uma das cabanas, que vêm equipadas com ventilador, chuveiro e chaises diferenciadas.

O lobby mantêm detalhes originais mas a decoração, como em outras partes do hotel, está meio velha. Os apartamentos são confortáveis mas mesmo nas suítes, os moveis estão velhinhos e as TV são antiiiigas. Os banheiros foram reformados recentemente, e embora pequenos, estão em bom estado.

Eu fui convidada por amigos pra passar o 4 de julho na penthouse do hotel, a suíte onde reza a lenda, Al Capone ficou hospedado, e que é a maior do hotel. Com dois andares, terraços e detalhes originais como uma lareira de pedra e pintura a fresco no teto, a suíte é charmosíssima, porém também precisa de uma redecoração.

Na suite Al Capone que dizem ser mal assombrada

O campo de golfe, que pertence à cidade de Coral Gables, mas é administrado pelo hotel, é super bem cuidado, mas eu não posso comentar muito, pois não jogo.

Em minha opinião, o Biltmore é perfeito pra quem admira hotéis históricos e não se importa com pequenos defeitinhos. O serviço é atencioso e simpático e não há nada mais lindo do que um passeio por Coral Gables pra quem ama arquitetura mediterrânea. Se você escolher ficar hospedado aqui, lembre-se de que embora a apenas 20 minutos da Brickell e a 30 minutos de South Beach, ter carro é essencial, pois o transporte público é ineficiente.

Anúncios

Soho Beach House: hotel descolado em Miami Beach

Eu fui dar uma olhadinha no Soho Beach House, um hotel que faz parte do grupo Soho House de clubes privados. Em Miami Beach como em NY, a marca estendeu o conceito de clube privado com atividades apenas para associados, ao incluir um hotel.

O hotel é decorado em extremo bom gosto, com toques art-deco e uma estética masculina, mas muito convidativa. São 49 apartamentos, sendo que as suítes mais luxuosas ficam entre os andares 9 e 14, com vista para a praia. Os apartamentos, mesmo os menores, são comfortáveis e o mini bar, instalado em um móvel em estilo art deco, é muito bem estocado. As amenities levam a marca do spa do hotel, Cowshed, que é simpático, mas não exatamente luxuoso.

Mini bar no apartamento, soho beach house

Como o hotel fica em uma rua super movimentada, eu recomendaria evitar os apartamentos em andares mais baixos que ficam de frente para a avenida, por  causa do barulho.

A clientela  é jovem e descolada e as áreas reservadas para associados e hóspedes, como o Beach Club no 8 andar com sua piscina para adultos, oferecem um clima exclusivo. A praia atrás do hotel estava lotada durante minha visita e eu percebi que alguns hóspedes não conseguiram encontrar cadeiras. Mas a piscina principal, no primeiro andar e de frente ao mar, estava quase vazia.

Piscina para adultos, soho house, foto de Ropbin Hill

O Soho Beach House me parece perfeito para um casal jovem que quer ficar em Miami Beach com um pouco de tranquilidade em um ambiente hypado, mas que não espera serviço típico de 5 estrelas (fui ignorada pela front desk por vários minutos). Quem ficar hospedado e pretender passar a maior parte do tempo entre as regiões de South Beach, Aventura e Bal Harbour, pode optar por usar táxis, já que a taxa de estacionamento no hotel é $35 por noite. A diária do Soho Beach House em alta temporada fica a partir $425.

Eu ouvi falar que eles começarão a oferecer uma opção diferenciada para sócios não residentes em Miami. Ou seja, pessoas que passam temporadas prolongadas na cidade terão a opção de se associarem, com uma tarifa diferenciada. Assim que esta opção for estabelecida, eu conto tudo pra vocês.

O restaurante hotel, o Cecconi’s, serve comida italiana e fica aberto para o público.Eu conto tudo sobre ele depois de jantar lá na semana que vem.