O blog foi: dicas de Los Angeles pra quando você for

A Califórnia é um destino de sonhos, quase todos criados por Hollywood. Quem não se vê fazendo compras na Rodeo Drive bem em estilo Pretty Woman? Surfando em Malibu? Ou cruzando a Pacific Highway em um conversível?

Eu gosto muito de LA embora muita gente ache a cidade difícil, pois é imensa, espalhadona e não tem um centro definido. Eu vejo por outro lado: a cidade é grande sim, então o ideal é escolher uma ou duas áreas para focar em uma viagem; embora não tenha um centro, as regiões de Beverly Hills e de West Hollywood têm personalidades próprias e muita coisa legal pra descobrir. E a praia fica a menos de 30 minutos de quase tudo.

Aqui vão minhas diquinhas pra quem estiver planejando uma viagem pra lá:

Se a sua intenção for conhecer diversos bairros, ir a museus e dar uma chegadinha na praia, alugar um carro é fundamental. Embora um conversível não seja necessário, o clima do sul da Califórnia é perfeito pra passear com o top down. Eu aluguei um Mustang, que sai por volta de USD $125 por dia, mas um carro menor e mais simples custa cerca de USD $50 por dia. Se você for ficar apenas em Beverly Hills e West Hollywood, dá pra fazer de táxi, mas eles não são muito fáceis de pegar na rua.

O quarto da minha suite no four seasons los angeles

Como em toda cidade grande, LA tem uma variedade enorme de hotéis. Eu fiquei no Four Seasons Los Angeles, e pra quem quiser gosta de buchicho, não tem melhor. Cerca de 80% dos junkets, aquelas entrevistas que os atores dão para promover filmes, acontecem no hotel. Quem se hospeda entre terça e quinta, invariavelmente acaba encontrado famosos pelos corredores. O Culina, que é o restaurante do hotel, serve comida italiana moderna e é muito bem frequentado, valendo a pena mesmo se você não estiver hospedado. E o meu mimo favorito? Um Rolls Royce que serve como house car, dando carona pros hóspedes.

Peguei uma caroninha no Rolls Royce do hotel pra ir a Melrose

O Four Seasons Beverly Wilshire

Se seu sonho for um programa mulherzinha, eu recomendo o Beverly Wilshire, cenário do filme Pretty Woman. Fica na esquina da Wilshire Boulevard com a Rodeo, puro glamour. O spa é maravilhoso e como o Four Seasons LA, este hotel tem um super carro que leva os hóspedes aos restaurantes e lojas da região. Almoço no restaurante Boulevard, com mesinhas de frente pra Rodeo, é imperdível.

Hotéis butiques que eu gosto incluem o Standard em West Hollywood e o Andaz. O Standard tem uma piscina animada com muita gente jovem, mas fica em uma área super turística e deve ser meio barulhento de noite.

Melrose

Eu já recomendei a Robertson Avenue pra comprinhas mas as lojas espalhadas pela avenida Melrose, são deeemais. A Melrose é imensa e tem tanta lojinha interessante, que é melhor reservar um dia inteiro, com parada no Urth Café para o almoço. Você encontra de tudo: de brechós a lojas de equipamento para skate, até butiques sofisticadíssimas. Os amantes do vinil não podem perder a The Record Collector, uma loja com milhares de discos, onde dá pra passar o dia.

The Record Collector, 500 mil discos!

A minha loja preferida? A Decades, uma boutique com o melhor arquivo de roupas vintage dos Estados Unidos. Você encontra de Chanel, a Halston a YSL dos anos 70 em perfeito estado. Uma jóia de butique com preços correspondentes.

O espanhol The Bazaar

Prum jantar animado, o The Bazaar by Jose Andres no hotel SLS, é uma ótima pedida. As tapas são servidas em versões tradicionais ou modernas, como a tortilla espanola (aquele omeletão com batatas) que aqui é desconstruída e servido em um copinho.

O CUT no Beverly Wilshire é perfeito para um jantar especial, em um ambiente sofisticado e cheio de celebridades. O Umami Burger vale prum jantar descompromissado e o Son of a Gun também (neste último, a cozinha, focada em frutos do mar, é moderninha e nem todo mundo ama).

O clima no sul da Califórnia é uma delicia quase o ano todo mas esfria entre novembro e março. A melhor época para a visita é maio ou junho.

Como se vestir em Los Angeles

A blogueira Jules do www.sincerelyjules.comEu detesto viajar e ficar com cara de turistona desavisada que não entendeu o dress code. Mas a verdade é que se misturar ao povinho local é mais difícil do que parece. Muita gente pensa que a solução é colocar uma roupinha preta. Eu discordo.

Los Angeles, onde eu vou passar o fim de semana, é um bom exemplo. Lugar super relax, aonde o povo vai de jeans rasgado em todo canto, engana muita gente. Você vê a moça passeando por West Hollywood parecendo que caiu da cama, mas aquele jeans rasgado é de tecido japonês e foi cuidadosamente destruído. E aquela pulseirinha que parece da feira hippie é cravejada de diamantes.

Eu achei algumas fotos na internet que, na minha opinião, traduzem bem o estilo da cidade. Elas me ajudaram a fazer minha própria malinha.

Look perfeito pra jantar em LA

Este vestido, jogado em cima do biquini, pra mim é Malibu

Eu prometo postar umas dicas nos próximos dias, mas até lá, dá uma olhadinha neste post que eu fiz com alguns dos meus locais favoritos.

Vou ficar hospedada no Four Seasons LA at Beverly Hills, conhecido como Hollywood’s living room pelo numero enooorme de celebridades que se escondem lá. É um dos meus hotéis favoritos no mundo, principalmente porque um dos mimos pros hospedes é um Bentley, que te leva pra fazer compras nas lojas da região. Vocês sabem que eu vou aproveitar, né? Quem quizer um hotel butique, eu recomendo o Standard em West Hollywood.