Isabel Marant e Manolo Blahnik: dois sapatos cult

isabel marant la garconne
Neste verão, duas tendências estão dominando os sapatos: as gladiadoras e as sandálias fechadas no tornozelo. Eu desenterrei uma gladiadora velhinha (veja no face) e resolvi investir em uma sandália aberta nova.
Sinceramente, passei o ultimo mês procurando a versão perfeita e depois de literalmente olhar tuuuudo, acabei comprando a da Isabel Marant da fotinho acima, que combina couro e camurça. Como comprei pela internet na La Garconne (loja online que estoca marcas francesas barbaras), agora e só esperar chegar! Tenho certeza que vou usar direto  até o fim do nosso verão e depois repito no Brasil.

camo

No calorão de Miami, é impossível pensar em casacos e botas, mas as lojas já estão em ritmo de outono.  Estava dando uma olhadinha nas novidades para o fim do ano e quando vi este Manolo, não resisti. Criado exclusivamente para a Neiman Marcus, ele chega nas lojas em setembro mas já pode ser encomendado com antecedência. Já coloquei meu nome na lista (não existe sapato mas confortável do que os Manolos).

E vocês, já estão pensando na próxima estação? Estão sonhando com o que?

Anúncios

Vale a pena comprar sapatos em Miami?

Sandália Calvin Klein na DSW em Miami

Quem já deu uma olhadinha no meu closet, sabe que sapato é a minha fraqueza. Eu tenho um montão, de todos os tipos, marcas e até alguns que são mais obra de arte do que algo pra se usar.

Considerando tudo isso, é um milagre eu falar tão pouco sobre sapatos no blog. A razão é simples: sempre achei que tem muito sapato legal no Brasil com bons preços e acho difícil comprar pra levar em mala.

Mas como os preços no Brasil continuam subindo, resolvi dar uma repensada nessa ideia. Vale a pena compra sapatos em Miami? A resposta, como tudo na vida, não é simples.

1. Se for tênis, principalmente Nikes, não há duvida. Os modelos mais descolados da temporada ficam por cerca de 130 dólares na Foot Soldiers em Downtown (que tem uma variedade legal). Não é barato, mas com certeza muito menos do que no Brasil.

2. Louboutins, Chanel e afins– com preços a partir de 550 dólares, esses não são pra quem está pensando em economizar. Mas apesar de carinhos, eles costumam custar menos aqui. Porém, no Brasil tem a facilidade de comprar parcelado. Gostaria de saber a opinião de vocês.

3. Outros – aí a coisa complica, principalmente porque sapato faz um volume imenso na mala. Os preços aqui, nas marcas populares como a Steve Madden, Sam Edelman, MK, ficam em media 150 dólares, similar a média dos sapatos da Schultz. Mas em liquidação, esse preços despencam.


Recentemente passei pela DSW, a loja de sapatos em estilo outlet, pra dar uma olhadinha (eu não amo essa loja e raramente vou, mas estava curiosa). Em menos de 15 minutos tinham selecionado três modelos pra mostrar pra vocês: a sandália Calvin Klein acima estava por 60 dólares a da marca Michael, Michael Kors 75. O sapato da marca Sam Edelman 159. Preços parecidos com os da Arezzo, não? 

Achei a sandália da Calvin Klein linda e com um preço incrível. De resto, ainda não estou convencida de que vale a pena comprar esses tipos de sapatos aqui. O que vocês acham?